O que tem de especial em trocar roupas usadas.

Durante os preparativos para o próximo encontro de trocas do Roupa Livre (Vai rolar em Floripa, na próxima quinta dia 15/01. Saiba mais por aqui.) parei pra refletir sobre como comecei a preferir roupas que já tivessem tido outro dono, ao invés daquelas saídas direto das lojas.

A primeira vez que voltei pra casa com peças novas, mas que já tinham sido usadas antes, foi aquela sensação de: Gente, isso faz muito sentido! Porque eu nunca tinha feito antes!? Entendi que:

Existe sim uma busca natural pela novidade, mas que ela pode ser suprida por um novo olhar para o que já existe, sem precisar ser algo 0 km. E que se você começa praticando com as roupas, em pouco tempo passa a enxergar tudo com esse olhar fresquinho. ;)

O nosso corpo se transforma, a nossa vida se transforma e com ela as roupas vão deixando de caber no nosso dia a dia. Mas podem caber perfeitamente no de outra pessoa. E é uma delícia ver algo que a gente gostava muito voltar a fazer sentido no corpo de alguém.

Quando não envolvemos dinheiro na troca o valor está em outras coisas. Ao invés de olhar pra marca da etiqueta por exemplo, você percebe muito mais o quanto se identifica de verdade com aquele item. O quanto dizem que vale perde total sentido perto do que você sentiu escolhendo a roupa.

É preciso tomar cuidado pra não despertar o bichinho impulsivo que mora dentro da gente. Isso depende muito do formato do evento - quanto mais livre e sem intermediários, melhor - ou das nossas intenções quando decidimos participar. (Juro, já fui em alguns que tinham no ar aquele clima de correria de liquidação. Não rolou nem experimentar as peças. Dai não né gente...)

E que a cada troca vamos ficando mais desapegadas e livres.

Você pode organizar o seu próprio encontro de trocas com as amigas e pessoas próximas (na verdade a gente já acaba trocando peças naturalmente né?). Só que o interessante em participar de um evento aberto e em um espaço bacana, é poder encontrar um monte de pessoas que você ainda não conhecia e é ai que moram muitas novidades.

A sensação é muito mais legal do que sair pra comprar algo novo no shopping. Ao invés de filas, luz artificial e preços exorbitantes que pagam a conta da luz artificial, você encontra gente disposta a experimentar algo novo. E visita lugares incríveis que abrem as portas para experiências de compartilhamento.

Quer experimentar? Se você está em Floripa vamos fazer um encontro no próximo dia 15, a partir das 19h30 no jardim do Vilaj Coworking - Rua Jose Colaço, 431. Além das trocas, vamos ter um bate papo com as lindas dos projetos Pedal Glamour e Um Ano Sem Lixo, comidinhas gostosas, música boa e um clima delícia ao ar livre. :)

Se liga nas dicas que preparamos pra quem quer participar e vem com a gente. Quem se inscrever e for no dia, ainda vai ganhar um presente especial depois!

-- post escrito com carinho por Mari Pelli