Ele não compra roupas há 20 anos.

*scroll down to read in english.

E mesmo assim continua tendo que distribuir as roupas que sobram.

Jo Jandai é uma das pessoas mais inspiradoras que conheci nos últimos tempos. Tive a oportunidade de passar 10 dias na Fazenda Pun Pun na Tailândia, co-criada pelo Jo e sua esposa (ainda mais incrível) Peggy, aprendendo sobre como comer, morar e viver melhor. 

Aproveitei uma brechinha nas "aulas" para entender como uma pessoa que está vivendo da forma mais auto-suficiente que eu já presenciei se relaciona com as roupas. Confiram como foi o papo:

Foi ótimo poder ouvir histórias da infância do Jo, sobre como sua mãe fazia roupas a partir da flor de algodão e sobre como essas e outras experiências influenciaram até hoje sua busca por ter menos. Sobre como ele enxerga uma grande perda de tempo ter mais do que o necessário para vestir num dia e sobre como ele se sente totalmente bem usando roupas velhas. Parece que experimentar viver com menos e entendendo de onde as coisas vem desde pequeno, o fez não ver sentido em sempre buscar mais e mais.

Este papo me inspirou a buscar falar com mais pessoas incríveis sobre a relação delas com suas roupas e compartilhar com vocês aqui no Blog. Uma forma da gente ampliar nossa visão, enxergando o que a gente veste a partir de outros pontos de vista ;) 

mais sobre a fazenda Pun Pun:

A história da Fazenda Pun Pun, que hoje é um espaço de aprendizado e preservação de sementes, já diz muito do que acontece lá por si só. Depois de passar anos trabalhando sem parar (mesmo), ele decidiu juntar o pouco dinheiro que tinha para comprar o terreno e viver plantando sua própria comida, construindo sua casa, cuidando da sua água e assim viver da forma mais auto-sustentável possível. 

Ele não via sentido em trabalhar tanto para comprar alimentos em saquinhos que não são comida de verdade, viver com pressa, precisar gastar muito dinheiro com roupas, ter que passar anos até conseguir um lugar decente para morar e tudo isso sem ter um tempinho para a soneca da tarde. 

Na verdade, se a gente parar pra pensar, será alguém vê sentido nisso? Enfim…

A história maravilhosa está contada por ele no Ted Talk e vale MUITO a pena ver pra tomar uns bons ventos de uma outra realidade possível na cara. 

-- Post escrito com carinho por Mari Pelli.


He hasn't bought clothes for 20 years. 

And even then, he still have to pass forward the left over clothes.

Jo Jandai is one of the most inspiring people I met recently. I had the opportunity to spend 10 days at the Pun Pun Farm in Thailand, co-created by Jo and his wife (even more amazing) Peggy, learning about how to eat, live and live better.

I spent one of our breakes to talk with him and understand how a person who is living in the most self-sufficient that I have ever witnessed, relates to the clothes. Check it out how was the chat:

It was great to hear childhood stories of Jo, about how his mother made clothes from the cotton flower and how these and other experiences influenced their current search for having less. To listen how he sees a big waste of time to have more than you need to wear and about how he feels totally fine about wearing old clothes. It seems to me that trying to live with less and understanding where things come, makes the search for having ever more meaningless.

This talk inspired me to speak more with amazing people about their relationship with their clothes and share with you here on the Blog. One way for us to expand our vision, seeing what we wear from other points of view ;) Hope you liked this and interviews that will come.

MORE ABOUT THE PUN PUN:

The story of Pun Pun Farm, who is now a learning space and preservation of seeds, says much of what happens there by itself. After years of working around the clock (even), Jo decided to use the little money he had to buy the land and live planting your own food, building your home, taking care of your water and living as self-supporting as possible.

He saw no point in working so hard to buy food in bags that are not real food, live in a hurry, need to spend much money on clothes, having to spend years to get a decent place to live and all this without having some time for afternoon nap.

In fact, if we stop to think, who really sees sense in that? Anyway ...

This complete wonderful story is told by him at the Ted Talk and worth A LOT to see and take a good wind of another possible reality.

-- Wrote with love for Mari Pelli. If you find mistakes at this translations, fell free to write and make it better: mari@maripelli.com.br