"O futuro é fruto dos sonhos do passado e escolhas do presente."

Com esta frase da Lala, abri a primeira edição do curso Futuro da Moda na semana passada no Lab Fashion, em SP. Depois de algum tempo ensaiando organizar um curso pra compartilhar os aprendizados de quase 2 anos articulando o Roupa Livre, ele finalmente nasceu. E foi lindo!

Encher uma sala de gente super interessada em novos jeitos de nos relacionarmos com as roupas só confirma que sim, precisamos promover essa mudança. E que cada dia tem mais gente se dispondo a pensar e fazer algo sobre isso.

 
 

Como, na minha opinião, não basta só falar e precisamos fazer algo a respeito, esse curso também foi pensado para levar do papo pra ação. Nos minutos finais, convidei cada participante para refletir e escolher um compromisso pessoal para promover a mudança.

Seguindo a linha dos conceitos que discutimos ao longo da noite, qual atitude cada uma de nós estava disposta a incluir em sua rotina para criar uma realidade diferente?

A ideia é que daqui a um mês a gente se encontre novamente para compartilhar como foi colocar uma atitude nova em prática, contar o trouxe alegria, dividir dificuldades e aprendermos todos com estas experiências.

E assim, o curso que mal nasceu já foi tomando novas formas. As próximas edições deverão ter mais tempo de duração, já que ficou aquele gostinho de quero mais quando chegamos ao fim. Outra novidade é que nas próximas edições ele passa a se chamar Futuro da Roupa, já que senti que faz muito mais sentido falar sobre algo que diz respeito a todos, que nos vestimos todos os dias, do que sobre um termo que em geral traz uma sensação de exclusão de quem não se identifica com o "mundo da moda".

Muitas novidades né? Mas é assim, fazendo que se aprende e evolui.

Voltando aos compromissos pessoais, propus também que eles se tornassem públicos e que fossem compartilhados num post para que tenham ainda mais chances de se tornar realidade. Acredito que assumir um compromisso público dá um gás para que eles se tornem realidade. Por isso aqui estão.

As "donas" dos compromissos estão tagueadas para você poder trocar ideias e ajudar se quiser.  Juntos e comprometidos vamos cada vez mais longe :)

nossos Compromissos Pessoais:

Kajsa - Fortalecer a cultura do cuidado, do conserto e do faça você mesmo.

Bruna - Continuar buscando alguma alternativa para a reutilização dos resíduos e retalhos da fábrica dos meus sogros.

Joice - Substituir as peças que preciso por outras "made in Brazil" e divulgar ainda mais essa mentalidade aos meus clientes da consultoria de estilo. Criar três posts ilustrativos sobre os problemas do processo de produção para ampliar a conscientização.

Nádia - Falar mais dos meus projetos para as pessoas, inclusive, se elas não forem da área. 

Michele - Me comprometo a olhar de uma maneira diferente e criativa para minhas roupas e tentar aproveitá-las ao máximo ou transformá-las em algo novo!

Cinthia - Fazer alguma coisa pra dar um destino útil e feliz para os restos de tecido da confecção onde trabalha no Bom Retiro. Revisar meu armário! Fazer uma limpa, praticar o desapego, ver se tem alguma coisa pra "transformar" e ficar só com o essencial.

Fe e Cris - Incluir no processo de consultoria da Oficina de Estilo uma etapa que se preocupe com o destino das peças que saem do armário das clientes.

Mariana - Realizar um bazar com peças de roupas usadas e pedir um valor de contribuição aberto, buscando conscientizar sobre o valor das coisas.

Giovana - Menos reclamação, mais elogio. Eu acredito que isso vá transformar a relação com muitas pessoas do dia a dia e ajudá-las a rever suas atitudes.

Ignacia - Começar a incluir na minha vida atitudes que façam parte dos novos jeitos de viver a economia, economia colaborativa, compartilhada, por troca e intercâmbios, perdendo vergonha e ganhando confiança comigo mesma, não somente para viver com menos se não também para dar vida ao fato de que as coisas podem ser de uma outra maneira.

Cassia - Reconectar-me ao mundo de moda consciente, procurando me informar sobre o mercado de moda e buscando casos de iniciativas alternativas ao consumo tradicional de moda.

Mari Pelli - Me aproximar de grupos e pessoas com realidades distantes das minhas, ouvir e conhecer mais sobre suas relações com as roupas para depois me colocar à disposição para transformar esta relação em mais autônoma e carinhosa, se fizer sentido para elas. E também realizar mais edições do curso :)


Ler e reler essa listinha dá uma energia extra pra fazer cada vez mais e melhor. Saber que tive um pedacinho de contribuição num novo olhar que se abre é o melhor retorno e o verdadeiro objetivo de todo esse trabalho. ♥ Meu muito, muito e muito obrigada às lindas participantes que me encheram de alegria. E que venham os próximos! 

(A minha empolgação foi tanta que esqueci de fazer uma fotinho oficial. Sobrou só o registro dos lanchinhos feitos com carinho a partir das receitas deliciosas da Fe Canna e The Veggie Voice. Bolo de cacau e pãozinho de batata doce, ambos vegamos e cheios de amor.)

 

 

-- Post escrito com carinho por Mari Pelli.