Seja embaixador(a) do Roupa Livre App.

Por mais que a gente sonhe sair pelo Brasil pra divulgar o Roupa Livre App e botar roupas para circular, não conseguimos dar conta de estar em todos os lugares que gostaríamos.

Maaasss, com a Comunidade de Embaixadore(a)s isso não é mais motivo para que a proposta do App não se espalhe para mais locais. \o/\o/\o/

Começamos a juntar essa comunidade fazendo alguns encontros on-line onde conhecemos pessoas a fim de se juntar nesta parada. A construção do que cada um fará tem sido bem livre e interessante. Inclusive, com o primeiro evento já maravilhosamente sendo puxado pela Mariana do Ateliê Ourela, no dia 08/04, em Recife.

Sentimos que tem gente interessada que não está conseguindo acompanhar os papos e por isso resolvemos organizar neste post as principais informações que rolaram neles. Além de propor que a gente siga falando com mais regularidade. Vamos junto(a)s?

Como eu faço para ser um embaixador(a) do Roupa Livre App?

Simples: seja! Você (pessoa física!) só precisa decidir que quer organizar algo relacionado ao assunto e pronto, você já é embaixador(a). Sem mais delongas.

Você pode querer criar um evento especialmente para divulgar e fazer o lançamento do Roupa Livre App na sua cidade ou incluir alguma atividade relacionada a ele na programação de eventos já existentes. Fique à vontade para fazer o que e como preferir.

Como funciona a organização das atividades?

Da forma mais livre e autônoma possível. Você é quem escolhe dia, horário, local e de que forma será o evento. Recomendamos que você faça tudo de acordo com a sua disponibilidade. E ó, dá pra fazer com o que você já tem na mão, em termos de espaço e estrutura ou também dá pra correr atrás de parceiros e estruturas mais bacanas. Não tem certo e nem errado. Só depende da sua disponibilidade mesmo.

A gente oferece uma forcinha para fazer rolar, dando dicas baseadas nas nossas experiências e também promovendo possíveis conexões com quem poderia ajudar (quando a gente souber, claro). Na rede de embaixadore(a)s e até no grupo do Roupa Livre no Facebook também rola encontrar gente interessante e pra contribuir com a sua história.

Sobre o formato do evento em si, o que a gente sugere e tem experimentado é propor:

- Pontos de encontro para trocas que acontecem pelo App: Uma das principais dificuldades de quem dá o "match" é marcar o encontro presencial para efetivar a troca. Encontros podem ser ótimas oportunidades para facilitar a troca entre usuário(a)s!

Uma dica é criar uma # oficial do evento ou local (Ex: #LançamentoUDESC) e divulgar para que as pessoas cadastrem suas peças no Aplicativo usando a # como palavra chave. Isso facilita que quem vá ao seu evento possa encontrar no App peças de outras pessoas que também vão e assim aumentam as chances das trocas rolarem entre quem vai estar no dia.

- Cantinho para ajudar quem quer tirar boas fotos das peças: Outra dificuldade que os usuários enfrentam é tirar fotos bacanas para cadastrar no App. E para ajudar a solucionar esta questão, montar cantinhos onde possam rolar boas fotos ou até dar algumas dicas para ensinar os usuários a fazerem as suas próprias fotos com o que tiverem em casa, são boas ideias. Não precisa de um mega estúdio, pois a ideia é viabilizar boas fotos com recursos de fácil acesso. Dá até pra pensar num formato mini-workshop. Se você não é expert em fazer boas fotos, sempre vale a recomendação de pedir ajuda pra quem manja.

Tanto o cantinho para fotos quando o ponto de encontro são atividades que ocupam super pouco espaço e demandam pouca estrutura. Ou seja, cabem em qualquer evento ou até podem virar espaços fixos em coworkings ou brechós. Estamos estudando a possibilidade de incluir estes pontos de encontro fixos no App para facilitar ainda mais.

- Encontros de troca propriamente ditos: Promover encontros de troca é a melhor forma de colocar em prática a proposta do App. Além de despertarem bastante interesse e serem um baita atrativo para eventos. Caso você escolha organizar um, aqui temos um post completinho para te ajudar. Recomendamos demais a experiência!

O que a gente observa é que quando promovemos encontros de trocas, ou em eventos com uma programação mais extensa, as pessoas ficam menos propensas a levarem suas peças para fotos ou até mesmo para trocar através do App. De qualquer forma, só de divulgar as ações mais pessoas passam a conhecer e a utilizar o App. E caso você comece a fazer eventos com mais regularidade, a tendência é que fique cada vez mais comum incluir o App na rotina do (não) consumo de roupas das pessoas ao seu redor.

Ah, e além das atividades que propusemos acima, super recomendamos dar uma pimpada na programação com oficinas, conversas, palestras, shows/músicas, comidas e o que mais a sua imaginação (e disposição) permitir.

Uma coisa importantíssima é levantar possíveis custos e pensar em como cobri-los e até em como você pode remunerar o seu trabalho e tempo organizando o evento. Sugerimos que você deixe uma caixinha para contribuição espontânea (com valor mínimo sugerido) ou proponha um valor fixo de entrada para os participantes. A gente ama fazer tudo sempre o mais acessível possível, porém não é justo ninguém sair no preju. Escolha a modalidade que fizer mais sentido no seu caso, levando em conta o quanto precisa ser arrecadado e peça contribuições sim! Em ambos os casos, é legal deixar os custos abertos para o pessoal entender o que envolve organizar este tipo de evento e valorizar ainda mais o seu trabalho e a atividade.

E por fim, mas muito importante, não esqueça de DIVULGAR! A nossa recomendação é que você crie um evento no grupo do Roupa Livre no Facebook, pois por lá tem bastante gente interessada em participar. Mas você também pode criar direto pela sua página ou perfil pessoal. E claro, além do Facebook, vale chamar o pessoal por e-mail, whatsapp, instagram, painel do condomínio, papo entre amigo(a)s ou qualquer outra rede social.

De qualquer forma, não esqueça de nos avisar pra gente poder ajudar também com a divulgação. Se você quiser usar o logo, cores e demais itens da identidade visual do Roupa Livre, nos peça pelo roupalivre@gmail.com para receber o material de comunicação. Não é obrigatório usar o material "oficial", mas se você preferir usar, contamos com o bom senso para seguir a linha de identidade que usamos por aqui. Assim fica tudo com a mesma cara e nos ajudamos pra divulgação do projeto ficar coerente.

vantagens de ser um EMBAIXADOR(A).

Fazendo parte desta história, você vai estar agindo de forma efetiva para promover uma forma mais cuidadosa de lidar com as roupas. Vai contribuir para lidar com o excesso de peças que existem no mundo, fazendo parte da solução desta questão e não apenas do problema. Vai fazer com que as alternativas ao consumo descartável sejam cada vez em maior quantidade e mais acessíveis Brasil a fora. Só isso já é um baita motivo, né não?

Mas também é uma baita vantagem para quem está interessado em começar a agir e trabalhar em iniciativas relacionadas a colaboração, compartilhamento e moda consciente começar organizando algo do tipo para dar os seus primeiros passos. Uma oportunidade de começar a agitar a sua rede local e fazer conexões com pessoas com interesses similares. Para quem já atua neste setor, a vantagem é de estar se aproximando de uma iniciativa que há quase 3 anos vem conectando pessoas e promovendo este olhar para as roupas e sendo cada vez mais reconhecida por isso.

Você pode realizar estas atividades independente do Roupa Livre, é claro. Mas se juntando a este esforço você ajuda a impulsionar a ideia e também pode se beneficiar da credibilidade do projeto para a sua iniciativa. 

E, além de tudo, você pode escolher experimentar construir estas atividades dentro do seu trabalho ou até testando começar algo novo. Não tem como a gente garantir que você faça rios de dinheiro com o App, e nem é esta a nossa proposta, mas que você possa trabalhar com ele direta ou indiretamente, acreditamos que é possível sim. Por exemplo, se você for uma consultora de estilo: que tal substituir a voltinhas nas lojas por umas horinhas de App para encontrar peças novas para o armário da sua clientela? Se você tiver um brechó: que tal dar uma renovada no estoque através das trocas? Ou até chamar mais gente para a loja sendo um ponto de encontro para trocas? Enfim, as possibilidades são variadas e estão sendo construídas a cada dia. No fim das contas, a proposta do App é sim sobre contribuir para esta nova forma de transacionarmos coisas no mundo e contribuir na construção de uma nova economia. Então bora explorar estes novos caminhos juntos! 

(Porém, caso você seja representante de uma grande marca, pedimos para que entre em contato no roupalivre@gmail.com para estudarmos juntos de que forma fazer esta parceria.)

Como isso contribui para a existência do Roupa Livre App?

Como vocês viram, até pelo formato das atividades que propomos, estas experiências presenciais ajudam a amenizar questões que estão surgindo no dia a dia de uso do App e que não conseguimos solucionar só com a parte tecnológica da coisa. E afinal, a gente só usa a tecnologia pra dar uma forcinha, pois a mudança acontece mesmo no presencial. 

Além disso, formar redes locais e em cada vez mais cidades só vai fazer com que as trocas se espalhem pelo Brasil. Quanto mais gente cadastrada em cada região, maiores as chances das trocas acontecerem. E este é o nosso principal objetivo. Então, esperamos que cada evento ajude o App a se tornar mais conhecido em regiões que não conseguimos atingir pessoalmente. E que assim você também encontre mais gente por perto para trocar!

Vamos seguir no papo?

Caso você tenha dúvidas ou queria estar mais pertinho, fica o convite para participar do nosso papo, que a partir de agora será semanal, às quintas-feiras, às 19h. Acesse os encontros, no horário indicado, através deste link.

Todos os encontros serão gravados e adicionados nesta playlist, onde você já pode conferir o que já rolou:

Então, bora colocar a mão na massa? Te esperamos!

-- Post escrito com carinho, por Mari Pelli.